Menina resgatada com desnutrição se recupera em hospital ao lado da avó

0
127

Estava desnutrida e pesando somente 8 kg; mãe teria morrido poucos dias depois de dar à luz.

A menina de três anos resgatada com desnutrição no interior de São Paulo se recupera no hospital neste domingo (4) em companhia da avó. A reportagem apurou que a criança está num quarto da Santa Casa. Na segunda-feira, um integrante do Conselho Tutelar vai buscar documentos em postos de saúde para verificar como está a carteira de vacinação e demais registros de acompanhamentos médicos.

A menina foi encontrada com desnutrição na sexta-feira (2) em Rio Claro (SP), a 177 quilômetros de São Paulo. O pai da menina disse que ele e a criança não comiam há mais de 40 dias.

A avó era uma das poucas familiares próximas da criança. Uma das pessoas que acompanha o caso afirmou ao UOL que a mãe da menina morreu poucos dias depois de dar à luz à menina.

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) recebeu a criança. Segundo os primeiros atendimentos, ela tinha sinais de negligência alimentar, estava desidratada, tinha ossos aparentes e pesava somente 8 kg.

Ela foi encontrada com fralda em um local sujo e sem alimentos. Segundo a Guarda Municipal, o pai da menina disse que decidiu ficar sem alimentação até que os dois morressem. O pai foi preso sem revelar o motivo da decisão.

Segundo o relato da avó, o pai cortou o contato da filha com outras pessoas. O homem não respondia mais às mensagens, apagou redes sociais e começou a impedir que a avó fosse à casa onde ele morava com a filha.

A reportagem procurou a Santa Casa para saber sobre o estado de saúde da garota. Funcionários informaram que só haveria comentários da direção a partir de segunda-feira (5). O Ministério Público e o Conselho Tutelar foram procurados também. Os esclarecimentos serão publicados quando forem recebidos.

EDUARDO MILITÃO
DA FOLHAPRESS