Roland Garros – Djokovic vence Alcaraz e vai à final

0
199

Espanhol sofre com cãibras, se mantém no jogo, mas não resiste e perde para sérvio por 3 a 1. No domingo, Djokovic tenta o 23º Grand Slam e o número 1 do mundo na decisão contra Ruud.

Quando saiu o sorteio da chave masculina de Roland Garros, há duas semanas, todos olharam e já imaginaram a semifinal entre Carlos Alcaraz e Novak Djokovic. Os dois avançaram com certa tranquilidade na chave até se encontrarem nesta sexta-feira na quadra central de Roland Garros. Melhor para Novak Djojovic, que venceu por 3 a 1, parciais de 6/3, 5/7, 6/1 e 6/1, em partida marcada pelas fortes cãibras do espanhol a partir do terceiro set.

Alcaraz sentiu câibras no início do terceiro set, chegou a entregar o game praticamente sem jogar para o sérvio. Em uma leitura labial, deu para perceber que o espanhol estava reclamando de dores em todos os lugares. O jogo seguiu, mas claramente com Alcaraz sem condições. Após os dois primeiros sets, a partida já durava 2h10, os dois sets finais, somados, ficaram em pouco mais de uma hora e com uma série de interrupções.

– Antes de tudo, devo dizer que azar de Carlos. Neste nível, a última coisa que queremos são cãibras e problemas físicos nas fases finais dos Grand Slams. Sinto por ele, sinto muito, espero que ele se recupere e volte logo. Eu disse a ele na rede – ele sabe o quão jovem é, tem muito tempo pela frente e vai vencer este torneio muitas vezes – disse Djokovic.

– Nunca havia sentido uma tensão como a que senti hoje. Novak tem estado muito mais vezes nesta situação, sabe perfeitamente como manejar tudo – disse o espanhol.

Com o resultado, Djokovic pode reassumir a liderança do ranking mundial se, no domingo, se sagrar campeão do torneio contra Casper Ruud, que derrotou o alemão Alexander Zverev por 3 a 0, 6/3, 6/4 e 6/0 na outra semifinal. O título ainda faria o sérvio chegar a 23 títulos e se isolar como o maior vencedor de Grand Slam entre os homens da história.