Coleta seletiva de Lucas do Rio Verde será reforçada com mais 100 contentores

0
63
Foto: Reprodução)

A substituição dos contentores pela cidade é um trabalho constante do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Lucas do Rio Verde. Isso acontece devido aos diversos registros de contentores sem rodinhas, tampas, quebrados e até mesmo queimados.

Para suprir essa demanda, novos 100 equipamentos foram adquiridos pela autarquia. Um investimento de quase R$ 200 mil. Junto com estes, já foram mais de 500 contentores entregues neste ano.

De acordo com a última licitação, cada unidade tem o custo de R$ 1.935,00.

No primeiro semestre deste ano, cerca de 20 contentores foram danificados. Atualmente, o município possui mais de 4.600 contentores espalhados por toda a cidade.

“É preciso entender que essa iniciativa contribui com a eficiência da coleta e organização urbana. Os atos de vandalismo geram prejuízo para a própria população e para a operação do serviço”, afirma o diretor do Saae, Mauricio Fossatti.

Os equipamentos servirão para complementar o sistema de coleta, ampliando as opções de descarte de resíduos e estarão disponíveis em tempo integral. A coleta é feita diariamente pela equipe do Saae das 5h às 17h. Confira aqui a programação da coleta seletiva.

É importante que a população não mude o contentor de lugar. É proibido o descarte de entulhos e resto de construção. Neste caso, a Secretaria de Infraestrutura e Obras, realiza a limpeza urbana. Confira o cronograma.

Os contentores possuem adesivos de coleta seletiva e são distribuídos em pares, sendo um para o lixo reciclável e outro para resíduo úmido, garantindo a separação do lixo doméstico e evitando a exposição à chuva e aos animais. Nos contentores com a cor azul podem ser dispensados resíduos recicláveis, como plásticos, papéis, vidros e metais. Já os de cor laranja, apenas úmidos, como restos de alimentos e lixo de banheiro. 

Vale lembrar que a separação do lixo reciclável é feita no Ecoponto, localizado no bairro Tessele Júnior. Lá, o material também é prensado e comercializado pela Associação de Coletores de Materiais Recicláveis de Lucas do Rio Verde (Acorlucas). “É crucial que façamos nossa parte em casa e nas ruas, ajudando a separar o lixo. A coleta seletiva é uma alternativa valiosa para diminuir o volume de resíduos que vão para o aterro sanitário, pois contribui para o processo de reciclagem e preservação do meio ambiente. A coleta seletiva oportuniza as pessoas. Aqui o lixo vira dinheiro para aqueles que precisam e ajudam com a mão de obra na separação do resíduo”, conta o coordenador de resíduos, Jailton Marques.

O Saae pede que a população que entre em contato com a autarquia, através dos telefones 135, (65) 3549-7700 ou (65) 99339-1836 para solicitação de reparo, troca ou instalação de um contentor. Também é possível realizar denúncias de qualquer eventualidade com os contentores, por meio da Ouvidoria Municipal, pelo telefone 0800 646 4004.