Flamengo vence Coritiba com gol nos acréscimos e assume terceiro lugar do Brasileiro

0
116

O Flamengo superou os erros, lutou e venceu o Coritiba por 3 a 2, neste domingo, no Couto Pereira, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Gabigol, Arrascaeta e Gerson fizeram os gols cariocas, enquanto Robson e Edu anotaram os tentos paranaenses.

O Rubro-Negro cometeu dois erros graves no jogo. No primeiro tempo, Filipe Luís perdeu na corrida para Robson e fez pênalti. O Fla reagiu, fez uma boa etapa inicial e virou o jogo. Contudo, o segundo tempo foi ruim. Aos 32 segundos, falha de Fabrício Bruno e gol de empate. O Flamengo, então, passou a jogar mal, com muitos passes errados e pouca criatividade. No fim, porém, Gerson resolveu e garantiu a vitória.

O Flamengo, agora, tem 35 pontos e está na terceira colocação do Campeonato Brasileiro. A distância para o líder Botafogo é de 13 pontos. Já o Coritiba continua com 14 pontos e está na 19ª colocação.

Na próxima rodada, o Flamengo recebe o Internacional, sábado, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã. Já o Coritiba visita o Fortaleza, domingo, às 18h30, no Presidente Vargas.

O Flamengo conseguiu levar perigo logo no primeiro minuto. Pela esquerda, Bruno Henrique cruzou para Gabigol. O artilheiro, contudo, não pegou como gostaria e mandou a bola para fora. Aos oito, Arrascaeta recebeu na meia-lua e chutou por cima.

Aos 12 minutos, o Coxa respondeu. Robson foi lançado pela direita e ganhou na velocidade de Filipe Luís dentro da área. O lateral-esquerdo desequilibrou o atacante. Pênalti. O próprio Robson bateu. Matheus Cunha chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol: 1 a 0 para o Coritiba.

O Flamengo não se abateu. Aos 16 minutos, Fabrício Bruno deu bom passe para Wesley. O lateral-direito ganhou na velocidade de Marcelino Moreno e foi derrubado na área. Pênalti. Gabigol cobrou e deixou tudo igual. A exemplo de Matheus Cunha, o goleiro Gabriel Vasconcelos também tocou na bola, mas não impediu o gol.

O Rubro-Negro quase virou aos 28 minutos. Bruno Henrique ganhou pela esquerda e cruzou para Gabigol. A finalização do artilheiro explodiu no travessão. No rebote, na área, Wesley errou o chute e mandou para fora. A virada aconteceu dois minutos depois. Bruno Henrique novamente fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Victor Hugo aparou para Arrascaeta. O uruguaio cabeceou no canto e fez 2 a 1.

O Coritiba quase empatou aos 34 minutos. Após cruzamento da esquerda, Edu cabeceou e viu Matheus Cunha fazer grande defesa. No rebote, a bola bateu no braço de Wesley, que estava próximo ao goleiro. O Coxa pediu pênalti, mas a arbitragem mandou seguir. Aos 38, o Fla fez uma blitz após cobrança de escanteio. A bola sobrou na área para Bruno Henrique. Ele finalizou, mas a zaga cortou praticamente na linha. Na sequência, Arrascaeta cruzou, mas Léo Pereira cabeceou pela rede do lado de fora.

O Coritiba empatou com 32 segundos de segundo tempo. Após cruzamento da esquerda, Fabrício Bruno falhou, Matheus Cunha também não pegou e Edu fez 2 a 2. O Flamengo caiu de produção e não criava mais. Aos 16, Sampaoli fez as primeiras mudanças. Ele colocou Ayrton Lucas e Everton Ribeiro. Saíram Filipe Luís e Victor Hugo.

O cenário não mudou. O Flamengo continuou com dificuldade para criar e ainda errava passes em demasia na saída de bola. Sampaoli, aos 25, tirou Gabigol e colocou Luiz Araújo. Aos 26, após rebote de cruzamento, Bruno Henrique emendou uma bicicleta. A bola foi para fora. Foi a primeira finalização rubro-negra na etapa final.

O Flamengo voltou a criar aos 37 minutos. Luiz Araújo, pela direita, chutou para fora. O Coritiba quase fez o terceiro. Após falta cobrada para a área, aos 42, Henrique desviou e por pouco não marcou. Aos 44, Bruno Gomes errou cabeceio na área. O Flamengo fez o terceiro gol aos 48 minutos do segundo tempo. Gerson arriscou da entrada da área e fez um golaço: 3 a 2 e vitória rubro-negra.

Gazeta Esportiva (foto: Gilvan de Souza/assessoria)