“Matemático” é condenado a 20 anos por matar e filmar jovem decapitado

0
181

O autor do homicídio do jovem capixaba Flávio Marques Ferreira, assassinado há dois anos em Sinop, foi condenado nesta semana, em tribunal do júri, a 20 anos e seis meses de reclusão. Beacil Lopes do Nascimento Neto, de 28 anos, está preso em Cuiabá, na Penitenciária Central do Estado.

Conhecido como ‘Matemático’, Beacil foi condenado por homicídio duplamente qualificado, corrupção de menor e por integrar organização criminosa.

O crime, investigado pela Divisão de Homicídios da Delegacia da Polícia Civil em Sinop, foi cometido com requintes de crueldade e motivado porque a vítima, supostamente, pertenceria a uma facção rival à dos executores.

Flávio era natural do Espírito Santo e foi visto a última vez pela família no dia 21 de agosto de 2021. O pai do jovem procurou a Polícia Civil e relatou que o filho foi visto com vida próximo do alojamento da empresa onde trabalhava.

A equipe da Divisão de Homicídios apurou que na mesma data em que a vítima desapareceu, os autores do crime divulgaram um vídeo mostrando Flávio já morto e com a cabeça decapitada. O pai da vítima recebeu as imagens.

Localização do corpo

No dia 30 de agosto de 2021, a equipe de investigação, com apoio Polícia Militar, localizou o corpo de Flávio em uma mata, na estrada que liga Sinop à cidade de Cláudia, uma região conhecida como ‘pé de galinha’. A vítima estava com pés e mãos amarrados, já em estado de decomposição. O crânio foi encontrado a poucos metros do corpo.

No decorrer da investigação, a Polícia Civil identificou e indiciou os autores do crime – Beacil Neto e mais duas pessoas, entre elas um adolescente. O menor foi apreendido quatro meses após o crime e cumpriu medida socioeducativa estabelecida pela Vara da Infância de Sinop. O outro adulto está foragido e ainda não foi julgado pelos crimes.

O principal o autor do homicídio fugiu para Cuiabá. Em diligências para localizar Beacil, uma equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa da Capital apreendeu na residência dele uma arma de fogo utilizada por ele e conduziu a esposa para esclarecimentos. Em outubro de 2021, ele acabou preso por uma equipe da Força Tática, na cidade de Várzea Grande, onde ia participar de uma festa.

Por Mídia News