Palmeiras vence Cruzeiro com gol nos acréscimos e assume vice-liderança do Brasileiro

0
71

Palmeiras e Cruzeiro fizeram um jogo de pouquíssimas emoções no frio Allianz Parque, nesta segunda-feira (14). Pela 19ª — e última do primeiro turno — rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, Flaco López marcou no apagar das luzes e deu a vitória ao time da casa: 1 a 0.

Com o resultado, o Verdão assumiu a vice-liderança provisória da tabela de classificação. O time de Abel Ferreira foi aos 34 pontos, com campanha de nove vitórias, sete empates e três derrotas. O Grêmio, por ter um jogo a menos e 33 pontos, pode eventualmente ultrapassar a equipe palestrina na tabela.

Por outro lado, o Cabuloso estacionou nos 24 pontos e permaneceu, pois, no ‘bolo’ do meio da tabela.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Alviverde vai até a Arena Pantanal, às 18h30 (de Brasília) do sábado, para enfrentar o Cuiabá. Por sua vez, o Cruzeiro, no mesmo dia — mas às 21h — recebe o Corinthians no Mineirão.

O jogo — A primeira grande chance da etapa saiu aos 28 minutos — e foi do Cruzeiro. William arriscou uma bomba de fora da área e a bola desviou, de leve, na defesa palmeirense. Marcelo Lomba pulou com precisão e, em bela defesa, evitou aquele que seria o tento inaugural da partida.

O principal responsável por criar oportunidades de perigo para o time da casa era Raphael Veiga. Além de chute de fora da área no começo da partida e pressão em Rafael Cabral, que teve que dar chutão para frente ‘de qualquer maneira’, o camisa 23 do Alviverde assustou aos 36 — quando recebeu bom passe de Jhon Jhon e finalizou com perigo, para nova defesa do arqueiro rival.

Já nos acréscimos, a equipe comandada por Pepa voltou a chegar com perigo. Após erro na saída de bola de Jhon Jhon, Rafael Elias — o Papagaio — arriscou de esquerda, de longe. Marcelo Lomba voou no cantinho para fazer a ótima defesa e espalmar para escanteio.

Foi, entretanto, um primeiro tempo — em geral — monótono: as duas equipes pouco criaram. O saldo foi de prejuízo para ambos: Mateus Vital sentiu lesão logo no início da partida e deu lugar a Felipe Machado, Gustavo Gómez tomou cartão amarelo e virou desfalque e, por fim, Gabriel Menino acusou lesão na virilha e teve, também, de deixar o campo.

Ao menos, o início do segundo tempo teve mais emoção. Aos cinco minutos, Veiga bateu falta na medida e levantou bola com precisão para a área. Artur, livre de marcação e de frente para Rafael, pegou muito forte na pelota e finalizou por cima da meta defendida pelo cruzeirense.

Aos 16, nova oportunidade dos mandantes. Erro na saída de bola do Cruzeiro muito bem aproveitado por Artur, que enfiou Rony em profundidade. O ‘Rústico’, de primeira, chutou cruzado; Rafael conseguiu pular para efetuar o espalmo e jogar para tiro de canto.

Nove minutos depois, veio a resposta dos visitantes. Wesley recebeu bola em profundidade e, cara a cara com Lomba, acertou a finalização alta na rede pelo lado de fora. Ótima chance de ‘lei do ex’ desperdiçada no Allianz Parque.

Aos 32, Luis Guilherme carregou pelo meio e, em velocidade, arriscou finalização com categoria de fora da área. O chute, entretanto, passou ao lado da trave direita de Rafael Cabral.

No último lance da partida, Flaco López deu a vitória ao Palmeiras. Aos 50, Raphael Veiga cobrou falta venenosa para dentro da área e o atacante, que entrou na etapa final no lugar de Zé Rafael, completou para o fundo das redes: 1 a 0 e garantia de triunfo no apagar das luzes.

Gazeta Esportiva (foto: César Greco/assessoria)