Último mês de julho foi o mais quente já registrado no mundo

0
75

O mês passado foi o julho mais quente já registrado, com temperaturas anormais registradas tanto na terra quanto no mar, informou o painel de mudanças climáticas Copernicus, da União Europeia (UE), nesta terça-feira (8).

Os cientistas alertaram, no fim do mês passado, que julho estava a caminho de se tornar o mês mais quente já registrado no mundo.

Este ano é o terceiro mais quente até agora, disse a vice-chefe do Copernicus, Samantha Burgess.

“Acabamos de testemunhar as temperaturas globais do ar e da superfície do oceano estabelecendo novos recordes históricos em julho”, afirmou.

“Isso mostra a urgência de esforços ambiciosos para reduzir as emissões globais de gases de efeito estufa, que são o principal fator por trás desses recordes.”

Junho também superou o recorde anterior de temperatura daquele mês, de acordo com o Copernicus, que baseia seus cálculos em um conjunto de dados que remonta a 1950.

Temperaturas sufocantes têm afetado áreas consideráveis ​​do planeta, com recordes de calor registrados desde o Vale da Morte, no estado norte-americano da Califórnia, até um município do noroeste da China, enquanto o Canadá e o sul da Europa combatem incêndios florestais.

Fonte: Gabriela Baczynska – Repórter da Reuters* – Bruxelas