Conheça o famoso trem de Kim Jong-un

0
190

Lento, luxuoso e equipado com dispositivos dignos de um filme de James Bond, o trem blindado conhecido como “a fortaleza ambulante” foi o meio de transporte utilizado pelo líder norte-coreano Kim Jong-un para entrar na Rússia nesta terça-feira (12); ele vai se reunir com o presidente Vladimir Putin.

Assim como Stalin, os chefes de Estado da dinastia Kim sempre tentaram evitar o transporte aéreo, que consideram demasiadamente vulnerável.

Kim Jong-un segue a tradição iniciada por seu avô Kim Il-sung e perpetuada por seu pai, Kim Jong-il.

Neste trem blindado, ele viajou para Pequim, em 2018, e para Hanói, no ano seguinte, em um trajeto que durou 60 horas, para uma reunião com o então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Em 2001, seu pai passou 24 dias indo e voltando de Pyongyang a Moscou, uma viagem de cerca de 20 mil quilômetros.

Um oficial russo que esteve presente na ocasião, Konstantin Pulikovsky, descreveu o luxo dos vagões, onde eram servidos lagosta e vinho francês.

Segundo a versão oficial, foi a bordo de seu trem que Kim Il-sung morreu em decorrência de um ataque cardíaco, em 2011.

Como é o trem?

Fabricado em Pyongyang em vários exemplares quase idênticos, o trem de Kim é totalmente blindado, das janelas ao chão, para protegê-lo de tiros e explosivos.

Também possui “armas de assalto e um helicóptero para emergências”, segundo informações do Ministério Sul-Coreano da Unificação.

Entretanto, devido a esse peso, o trem não pode ultrapassar 60 km/h.

Ainda de acordo com o ministério sul-coreano, o veículo oferece condições de segurança muito superiores às de um avião, onde “as hipóteses de sobrevivência são consideravelmente reduzidas” em caso de ataque. Além disso, pode voltar atrás se houver imprevistos, e seus itinerários são “mais difíceis de prever” do que os de um avião, ressaltou.

Para aumentar a segurança, Pyongyang já solicitou em outras ocasiões o envio de forças de segurança ao longo da rota, como ocorreu durante a visita a Hanói, em 2019.

Viagens de avião

Diferentemente de seu pai, que tinha fobia de aviões, Kim Jong-un não tem aversão a voar. O líder norte-coreano utilizou aeronaves em três ocasiões para viajar ao exterior: duas vezes para ir à China, e uma vez, para Singapura, local de uma reunião com Trump, em 2018.

O ditador da Coreia do Norte possui um avião oficial, o Chammae-1, cujo nome vem de um pássaro emblemático do país. A aeronave é um antigo Ilyushin-62 de fabricação soviética, segundo especialistas, e não necessariamente atende a todas as garantias de confiabilidade.

Para a reunião de 2018, o Chammae-1 voou de Pyongyang para Singapura, mas foi usado como distração, uma vez que Kim Jong-un não estava a bordo. O líder norte-coreano estava em um voo comercial falso da Air China.

O Boeing 747 decolou de Pyongyang com o número CA122, em rota regular para Pequim. Durante o voo, mudou de direção e referência para seguir para Singapura, segundo dados do site Flightradar24.

Fotos : Ministério do Meio Ambiente da Rússia via AFP