Eliminatórias Sul-Americanas: Brasil enfrentará Bolívia em Manaus na sexta-feira.

0
100

A Seleção Brasileira inicia sua caminhada rumo a Copa do Mundo FIFA 2026 nesta sexta-feira, quando recebe a Bolívia, às 21h45, no Mangueirão, em Belém, pela primeira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. Com o aumento de países no Mundial, a CONMEBOL passa a ter seis vagas diretas ao torneio.

“Dinizismo” em verde e amarelo


Escolhido para comandar a Seleção Brasileira até a provável chegada de Ancelotti, Fernando Diniz tem seu primeiro desafio, que é começar vencendo (e bem a Bolívia), em casa. Para isso, não abriu mão do principal nome da equipe, Neymar, tecendo elogios ao camisa 10. Houve espaço também para novidades como o lateral Caio Henrique, do Monaco.

Raphinha substitui Vini Jr, lesionado


Logo em sua primeira convocação, o comandante da Seleção precisou fazer duas trocas, ambas por lesão. Vinícius Júnior será substituído por Raphinha, do rival Barcelona, e, na meta, Bento dá lugar a Lucas Perri, um dos responsáveis pela liderança do Botafogo no Brasileiro.


Adversário do Brasil, a Bolívia aposta no experiente Marcelo Moreno para tentar surpreender nesta rodada de abertura das Eliminatórias Sul-Americanas. O atacante, com passagens por Flamengo, Cruzeiro e Grêmio, é o maior artilheiro da seleção andina. Outro nome de destaque na convocação do técnico Gustavo Costas é o meia Villamil, do Bolívar.

Escalações prováveis


Brasil: Alisson; Danilo, Nino, Marquinhos e Caio Henrique; Casemiro, André e Joelinton (Raphael Veiga); Neymar, Richarlison e Rodrygo.

Bolívia: Lampe; Justiniano, Jusino e Roca; Medina, Bejarano, Villamil, Villarroel e Terceros; Algarañaz e Marcelo Moreno.

O Brasil chega com favoritismo enorme diante da Bolívia nesta estreia em casa e sob o comando de Fernando Diniz, um dos mais celebrados atualmente no cenário nacional. A diferença de talento entre os dois elencos é enorme e o empecilho para a Seleção pode ser o desentrosamento.