Fisiculturista brasileira que ganhou fama como ‘Ferrari humana’

0
464

O meu físico chocou muito o palco do Olympia. Levei condicionamento, beleza e apresentação. Não tinha nada que as pessoas pudessem apontar que faltou, impressionou os árbitros e os fotógrafos que estavam lá. Um fotógrafo ficou tão impressionado que colocou na legenda de uma foto minha: ‘Se uma Ferrari fosse humana’, porque foi um físico que chocou.

‘Se uma Ferrari fosse humana’, foi a forma que o fotógrafo Will Wittmann, especialista em competições de fisiculturismo, encontrou para descrever a brasileira Francielle Mattos, de 37 anos, que é bicampeã da categoria Wellness do Mr Olympia — a Copa do Mundo de fisiculturismo — e em 2023 está em busca do tricampeonato.

A categoria feminina do Mr Olympia foi criada recentemente e, apesar de já ser uma referência dentro do esporte, Francielle quer inspirar outras mulheres que não fazem parte desse mundo com a sua história. Ela ingressou no fisiculturismo após enfrentar um período de depressão pós-parto, e ser incentivada pelo seu marido Willian — já que ela sempre gostou de praticar esportes (antes, Fran foi ginasta e jogadora de futebol).

Eu comecei a praticar musculação devido a um período de depressão pós-parto, eu vi a necessidade de fazer algo por mim. Foi um divisor de águas na minha vida, antes eu não tinha disciplina, eu era uma pessoa que não tinha horário pra comer, pra dormir, pra nada. Depois da musculação, eu costumo dizer que nasceu uma nova Fran”, disse a atleta em entrevista.

Flavio Latif

Do UOL, em São Paulo (SP)