Força Tática prende três homens com tabletes de maconha e porções de pasta base

0
42
PMMT

Policiais militares da Força Tática do 2º Comando Regional prenderam três homens, de 21, 22 e 23 anos, por tráfico ilícito de drogas, na noite de terça-feira (12.09), em Várzea Grande. Com a quadrilha, a PM apreendeu 10 tabletes de maconha e porções grandes de pasta base de cocaína.

Em patrulhamento no Centro de Várzea Grande, a equipe da Força Tática recebeu informações anônimas sobre um veículo Voyage branco que estaria distribuindo drogas na região. Segundo a denúncia, o carro estava ocupado com dois homens e com grande quantidade de entorpecentes.

Nas diligências, os policiais rapidamente encontraram o carro e se aproximaram para abordagem, momento em que os suspeitos fugiram em alta velocidade e desobedecendo todas as ordens de parada.

Após breve acompanhamento, os militares abordaram o veículo e viram os suspeitos quebrando os celulares e resistindo aos chamados da equipe, sendo necessário serem algemados. Na vistoria ao carro, foram localizados três tabletes de maconha. Questionados, os homens disseram que teriam mais drogas, guardadas com um terceiro suspeito.

A equipe da Força Tática se deslocou até o bairro Ouro Verde, onde foi localizado o terceiro suspeito, próximo de uma residência. Ao ser abordado, o homem também apresentou resistência, mas foi detido. Com ele, a PM encontrou porções de pasta base de cocaína.

Em buscas no interior da casa, os militares encontraram o restante dos tabletes de maconha e mais de 20 porções grandes de pasta base de cocaína. Além disso, uma balança de precisão e cadernos de anotações também foram apreendidos na casa.

Os três suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos para a Central de Flagrantes de Várzea Grande, com todo o material apreendido. No local, foi realizado o registro da ocorrência e os criminosos entregues à Polícia Judiciária Civil.

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: Hallef Oliveira PMMT
Crédito de imagem: PMMT