Fred, maior artilheiro da Copa do Brasil, é o entrevistado da CBFTV

0
262

 

A grande final da Copa Betano do Brasil está chegando e para bater um papo sobre a competição mais democrática do pais, a CBF TV convidou Fred, o maior artilheiro da história da competição, com 37 gols.

“A Copa do Brasil sempre foi especial para mim. Esse recorde veio de forma natural. Fico muito feliz por estar sendo muito lembrado numa das competições mais importantes do país” comemora.

Fred também é recordista de gols marcados em uma única edição. Em 2005 marcou 14 gols pelo Cruzeiro num ano que ele considera como muito especial na carreira. Com bom humor, o ex-centroavante espera que esse recorde não seja quebrado.

“Dávamos muita prioridade para ela (Copa do Brasil) naquele ano. Consegui jogar bem e acho que vai ser cada vez mais difícil de ser batido esse recorde”.

Mesmo sendo um dos maiores goleadores do futebol brasileiro com 417 gols marcados em sua trajetória, não foi difícil para ele lembrar de um muito importante pela Copa do Brasil.

“O último gol que fiz na Copa do Brasil foi contra o Vila Nova no Maracanã. Eu já estava com um problema no olho e a gente estava empatando o jogo, eu entrei no segundo tempo e fiz um gol. Uma chapada no Maracanã. A nossa torcida estava no estádio. Foi um gol que está marcado, está vivo na minha memória até agora”.

O único título na Copa do Brasil foi pelo Cruzeiro em 2018, em que teve que superar uma lesão. Sendo dos maiores goleadores, teve protagonismo nos bastidores com sua experiência.

“Eu voltei na reta final e tive esse prazer, não só ajudar, mas vivenciar aquilo em nosso vestiário. Era um time unido e considerado copeiro.”

E sobre a grande final, Fred driblou a pergunta sobre quem fica com a taça e recorreu a um antigo clichê para dar um palpite do jogo decisivo entre o Flamengo, que vai em busca de seu quinto título na história da competição, e o São Paulo, que tenta um título inédito e conquistou uma vantagem ao vencer o primeiro jogo por 1 a 0 no Maracanã.

“Vai ser uma grande final e quem vai ganhar com isso é o torcedor brasileiro. Desejo sorte para os dois e que o melhor sempre vença”

Fonte: CBF
Crédito de imagem: Créditos: Thais Magalhães/CBF