Obras da rede de esgoto seguem em ritmo acelerado

0
43
Foto: Ascom Prefeitura / Carla Braganholo

Apesar dos avanços nas obras de implantação da rede de esgoto dos bairros Bandeirantes e Parque das Emas, a ligação da rede de esgoto à rede geral ainda não está autorizada. Ações que descumprem essa orientação põem em risco o andamento das obras e podem trazer desconforto para quem insiste em realizar ligações irregulares.

“Vale sempre lembrar a população que os moradores não devem fazer por conta própria a ligação de seus esgotos com as redes em construção nos bairros. Quando isso acontece, é preciso interromper a obra e ainda há o risco do retorno do esgoto para dentro do imóvel”, explica o engenheiro e coordenador de esgoto do Saae, Luiz Antônio.

O descumprimento da orientação é passível de notificação e multa pela equipe de fiscalização do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Lucas do Rio Verde, onde o imóvel que constar a ligação indevida, terá o prazo de até 15 dias úteis para a remoção da ligação clandestina. Caso não haja a regularização do uso indevido de esgoto, é aplicado um auto de infração, gerando uma multa de até R$ 3 mil, onde o cidadão tem o prazo de até 10 dias para contestar este tipo de infração na autarquia.

No momento proprício, a autarquia fará um comunicado para a emissão dos efluentes na rede. Com isso, a população é avisada para que possa ser realizada a ligação e eliminação da fossa.

A obra é uma parceria entre a autarquia, juntamente com a Prefeitura de Lucas do Rio Verde e a Secretaria de Infraestrutura e Obras, integrando o projeto de universalização para toda a cidade, onde já foram implantados 6.588 metros de extensão da rede coleta de esgoto, o que representa 60,40% da obra executada por parte da autarquia.

No início da gestão, o município possuía 19% de rede de esgoto ativa. Atualmente a cidade está em 41 % e a meta é chegar aos 53% até o final deste ano.

Execução da obra

Os trabalhos são realizados por trechos e as equipes não necessariamente atuam em todas as vias simultaneamente. É preciso cuidado e a compreensão de quem circula por estes locais, já que há previsão de interdições (parciais e totais) e desvios no fluxo. 

A atenção à sinalização deve ser redobrada para evitar acidentes, assim como a colaboração em não estacionar os veículos nestas ruas nos dias previstos para a realização das obras.

Em casos de dúvidas, entrar em contato com a autarquia, através dos telefones (65) 3549-7700 ou (65) 99339-1836.