RS – Em reunião com prefeitos, Leite debate reconstrução na Serra Gaúcha

0
85
© Defesa Civil/RS

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, participou, nesta sexta-feira (8), na prefeitura municipal em Bento Gonçalves, de reunião com prefeitos da Serra Gaúcha para discutir os estragos causados pelas enchentes provocadas pelo ciclone extratropical que atingiu o estado. 

De acordo com publicação em rede social, Leite informa que o trabalho do governo para reconstruir as estruturas atingidas pela chuva já começou a ser feito e que equipe atua com a maior agilidade possível.

Tragédia

De acordo com dados atualizados pelo governo estadual na manhã desta sexta-feira (8) o número de desabrigados subiu para 3.046 e os desalojados são 7.781 pessoas. Ao todo, 123.268 pessoas, de 83 municípios gaúchas, foram atingidas de alguma forma pelas chuvas fortes.

Neste momento, 25 pessoas continuam desaparecidas, sendo oito no município de Arroio do Meio, oito em Lajeado e nove em Muçum. As buscas continuam.

O estado registrou 43 feridos e 41 mortos após a tragédia. As cidade de Muçum (15), e de Roca Sales tiveram o maior número de mortes (10). Outras ocorreram em Cruzeiro do Sul (4), Lajeado (3), Ibiraiaras (2), Estrela (2) e Encantado, Imigrante, Mato Castelhano, Passo Fundo e Santa Tereza (um em cada cidade).

Estradas

Sobre os danos e alterações no tráfego de veículos nas rodovias gaúchas, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) informou que  dez trechos tiveram bloqueios totais ou parciais em sete rodovias. Duas pontes foram destruídas pelas chuvas: uma na ERS-448, entre Farroupilha e Nova Roma do Sul, e outra na ERS-431, em Bento Gonçalves, no limite com a cidade de São Valentim do Sul.

Meteorologia

Em boletim divulgado pela Sala de Situação do governo do Estado, coordenada pela Defesa Civil e pela Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), o governo alerta para inundação dos rios Santa Maria, Ibirapuitã e Uruguai, com lenta elevação das águas nos municípios de Dom Pedrito, Alegrete, São Borja e Itaqui.

A Defesa Civil mantém o alerta meteorológico, nesta sexta-feira, para chuva intensa em grande parte do Rio Grande do Sul, além de risco de vento forte e queda de granizo em alguns pontos.

O sábado (9) começará com tempo instável, porém, gradualmente o sol entre nuvens deverá voltar a predominar sobre o Rio Grande do Sul.

A tendência é que os temporais e as chuvas intensas retornem à metade Sul na segunda-feira (11).

Alertas

Em caso de perigo, a população deve ligar para os números 190/193.

Moradores podem se cadastrar para receber alertas meteorológicos que servem também como prevenção. Basta enviar mensagem, por SMS, com o CEP da localidade onde reside, para o número 40199.

Em seguida, chegará ao telefone do interessado a confirmação do cadastro. A partir deste cadastro, os avisos da Defesa Civil começarão a ser recebidos. Também é possível realizar o cadastro via Whatsapp. Para ter acesso ao serviço, é necessário se cadastrar pelo telefone (61) 2034-4611.

Edição: Maria Claudia

Fonte: Daniella Almeida – Repórter da Agência Brasil – Brasília
Crédito de imagem: © Defesa Civil/RS