Alckmin admite retomar imposto de importação para compras até US$ 50

0
61

Em entrevista, o Vice-Presidente Geraldo Alckmin falou sobre os planos futuros do programa Remessa Conforme. De acordo com Alckmin, o próximo passo é a retomada do imposto de importação para compras de até US$ 50.

Alckmin destacou que a medida visa estimular a indústria nacional e proteger a economia do país. Segundo ele, a isenção do imposto para compras de baixo valor tem sido utilizada de forma abusiva, prejudicando os produtores locais.

“É importante equilibrar as importações e garantir condições justas para os fabricantes brasileiros. A retomada do imposto de importação para compras de até US$ 50 é um passo necessário nesse sentido”, afirmou Alckmin.

O Vice-Presidente ressaltou ainda que o Remessa Conforme continuará incentivando a facilidade de envio de remessas do exterior, mas com uma regulamentação mais equilibrada, garantindo a competitividade e o desenvolvimento da indústria nacional.

Esta informação foi baseada na entrevista concedida por Geraldo Alckmin e pode ser encontrada no link.