Argentina : Neste domingo escolhe seu novo Presidente, que irá herdar um país em situação muito difícil

0
151

Neste domingo (19), os argentinos vão às urnas para decidir se a presidência permanecerá com um representante do peronismo, principal força política do país, ou se irá para um economista que se coloca como um nome de fora da política.

A disputa está acirrada. Os candidatos são o advogado Sergio Massa, ministro da Economia, e o economista ultraliberal Javier Milei, do partido A Liberdade Avança, fundado em 2021. Ambos chegam ao segundo turno com uma forte rejeição.

No primeiro turno, em outubro, Massa ficou em primeiro lugar, com 36,68% dos votos. Já Milei obteve 29,98%. A terceira colocada, Patricia Bullrich, teve 23,83% e agora apoia Milei.

As últimas pesquisas projetam uma eleição apertada, com empate técnico e ligeira vantagem numérica de Milei. O resultado deve sair a partir das 21h deste domingo.

Antagonismos

Massa e Milei são candidatos antagônicos em muitas frentes, especialmente na economia. O governista defende a moeda nacional e algum envolvimento estatal na economia, e o oposicionista quer acabar com o Banco Central do país e promover a dolarização.

O candidato eleito terá que enfrentar uma grave crise econômica, com a maior inflação em 30 anos, dois quintos da população vivendo na pobreza e forte desvalorização cambial. Além de uma seca histórica, que derrubou a produção agropecuária e prejudicou as safras de trigo, milho e soja. A Argentinaimportante parceiro comercial do Brasil, é um dos maiores exportadores de grãos da região.

Por G1

Crédito Imagem: JUAN MABROMATA, Tomas CUESTA / AFP