Ministro da Agricultura, Fávaro é exonerado para votações no Senado

0
69

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, foi exonerado do cargo, conforme publicação no Diário Oficial da União desta quarta-feira (22/11). A exoneração, a pedido do ministro, visa sua participação em votações no Senado.

A atual discussão do Senado é a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que visa limitar decisões individuais e pedidos de vista no Supremo Tribunal Federal (STF). A votação da PEC, originalmente prevista para essa terça-feira (21/11), está agendada para esta quarta-feira (22/11).

Além disso, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado deve votar duas propostas do pacote do min9istro da Fazenda, Fernando Haddad, para assegurar a meta fiscal de 2024: uma relacionada às apostas esportivas e outra à tributação de offshores e fundos exclusivos.

Não é a primeira vez que Fávaro pede exoneração do cargo. Em fevereiro deste ano ele solicitou a liberação das funções de ministro para participar da eleição da Mesa Diretora.

Eleito senador por Mato Grosso em 2018, Fávaro assumiu a pasta da Agricultura no início deste ano, nomeado pelo presidente Lula (PT).

Durante sua gestão ministerial, a suplente Margareth Buzetti (PSD) ocupou sua cadeira no Senado, devendo retomar o cargo quando Fávaro for renomeado para a pasta.

Fonte Metrópoles / Giovanna Estrela