SES realiza atendimentos especializados e coleta de sangue em Pontes e Lacerda

0
41

Atendimentos seguem até quinta-feira (25) junto aos profissionais da rede de apoio das unidades especializadas

Com o objetivo de contribuir para os serviços de saúde especializados na região sudoeste de Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) realiza diversos atendimentos aos moradores de Pontes e Lacerda por meio do projeto “Ir para Incluir“. Os serviços, ofertados até esta quinta-feira (25.04), são realizados até às 11h, no período da manhã, e das 13h às 17h, no período vespertido, na Avenida Minas Gerais (no fundo da rodoviária).

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, ressaltou que a ação fortalece os atendimentos na região e ainda beneficia os moradores.

“O projeto ‘Ir para Incluir’ pensa no bem-estar da população de cada região que passa. É uma forma que a Secretaria encontrou de se fazer presente e poder atender os moradores que muitas vezes não conseguem receber atendimentos ou realizar exames na sede das unidades”, explicou.

A carreta do MT Hemocentro realiza coletas de sangue de voluntários e o cadastro para doação de medula óssea. No local, também está presente a oficina ortopédica do Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), realizando avaliações de pacientes para a contemplação de cadeiras de rodas e demais meios auxiliares de locomoção. 

Foto: Assessoria

O Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceope) realiza atendimento odontológico às pessoas com deficiência previamente agendadas. Por meio do programa “Imuniza Mais MT”, a unidade móvel de vacinação realiza atendimentos mediante a aplicação de vacinas na zona rural.

Conforme o secretário adjunto de Unidades Especializadas da SES, Luiz Antônio Ferreira, a expectativa é de que sejam realizados cerca de 250 atendimentos durante os dias de ação no município. Os atendimentos iniciaram na terça-feira (23).

“Somente em 2023, percorremos sete municípios e atendemos cerca de 2,5 mil pessoas. Nossa proposta é ampliar esse número para incluir todos que precisam de atendimento especializado”, destacou o secretário adjunto.

Capacitação 

Também haverá capacitação e treinamentos sobre saúde mental e manejo de diagnóstico de hanseníase para servidores da saúde municipal.

Mailson Prado | SES-MT