Tribunais de Mato Grosso e Piauí celebram parceria para aprimoramento correcional

0
24
Foto: Assessoria

Tribunal de Justiça do Estado do Mato Grosso (TJMT) e Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJPI), por meio das suas Corregedorias, firmaram uma parceria estratégica visando ao compartilhamento e desenvolvimento de soluções destinadas a aprimorar a atividade jurisdicional, administrativa e correcional. O cerne desta colaboração é a ferramenta tecnológica conhecida como Robô de Informações da Corregedoria (RIC), desenvolvida pela Corregedoria-Geral piauiense (CGJ-PI).

O acordo foi assinado pelos desembargadores Clarice Claudino da Silva (presidente do TJMT), Juvenal Pereira (corregedor-geral da Justiça de Mato Grosso), Antônia Siqueira Gonçalves (supervisora do Núcleo de Cooperação Judiciária do TJMT) e Olímpio José Passos Galvão (corregedor-geral da Justiça do Piauí) e estabelece um cenário propício para a conjugação de esforços entre as instituições.

A parceria, de iniciativa do juiz coordenador do Núcleo de Cooperação Judiciária do TJMT, e agora desembargador do TJMT, Rodrigo Curvo, foi formalizada por meio de um Acordo de Cooperação Técnica, após uma visita técnica realizada pela comitiva do Piauí à Corte mato-grossense em janeiro desse ano e teve como foco principal o intercâmbio de sistemas e informações entre os tribunais de Justiça.

O robô RIC é considerado um sistema inovador que demonstrou potencial para otimizar procedimentos e aumentar a eficiência no âmbito judicial. Além disso, a parceria prevê a utilização da plataforma de videoconferência Microsoft Teams para facilitar a comunicação e o compartilhamento de conteúdo entre as equipes envolvidas.

Conhecendo o Robô RIC – Durante uma visita técnica, em janeiro deste ano, realizada pela comitiva do Piauí à Corte mato-grossense, foram apresentadas as inovações e boas práticas implementadas pela CGJ-TJMT. Os visitantes conheceram o funcionamento do gabinete do corregedor e dos juízes auxiliares, a coordenadoria e os Departamentos do Foro Extrajudicial (DFE), de Apoio aos Juizados Especiais (DAJE), de Aprimoramento da Primeira Instância (DAPI) e Judiciário Administrativo (DJA), além da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (CEJA).

A comitiva piauiense apresentou as funcionalidades do Robô RIC, surgindo nessa visita à iniciativa da parceria como forma de colaboração e troca de conhecimento entre os tribunais.

O Acordo de Cooperação Técnica n 19/2024, foi firmado no dia 22 de março, tem validade de 24 meses, com possibilidade de prorrogação.

#ParaTodosVerem – Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Foto: Pessoas na sala de reunião assistindo em um projetor a apresentação do robô RIC.

Fonte: Alcione dos Anjos | Assessoria de Comunicação da CGJ-TJMT