Operação Sinal Falso: Polícia desarticula esquema de golpes com Pix em Sinop

0
97
Polícia Civil-MT
Em uma jornada exemplar de combate ao crime, a Polícia Civil de Sinop realizou uma operação decisiva na última quarta-feira, desmantelando uma audaz quadrilha de estelionatários. A ação, marcada por intensa investigação, resultou na apreensão de uma adolescente de 16 anos e na prisão de um homem de 40 anos, ambos engajados em uma série de fraudes utilizando o esquema do falso Pix.

O mestre por trás do golpe se apresentava como um suposto cabo da Polícia Militar, enganando suas vítimas com um modus operandi bastante articulado. O fraudador enviava comprovantes falsos de transferência Pix, seguido do pedido para que motoristas de aplicativo fossem até as residências das vítimas para retirar os produtos vendidos.

O caso veio à tona após duas vítimas indignadas reportarem os incidentes à Polícia Civil. Uma delas havia anunciado a venda de uma caixa de som por R$ 1.700, e a outra, uma smart TV de 55 polegadas por R$ 2.200. Ao abrir a investigação, os agentes descobriram que a smart TV estava sendo negociada nas redes sociais por uma pechincha, a meros R$ 1.000 — um preço irrisório comparado ao valor de mercado.

A operação culminou quando os policiais se dirigiram ao local informado pelas pistas coletadas, surpreendendo a adolescente no exato momento em que esta entregava a televisão a um cúmplice. Na residência, os agentes também localizaram a caixa de som citada pela primeira vítima, consolidando o circuito de crimes.

Diante das evidências irrefutáveis, a adolescente foi apreendida sob suspeita de estelionato e comercialização de mercadoria de procedência duvidosa. Paralelamente, o homem foi detido em flagrante por receptação, dado seu envolvimento na aquisição de produtos oriundos do esquema fraudulento.

Ambos foram encaminhados à Central de Flagrantes, onde aguardam as deliberações judiciais pertinentes. O pulso firme da Polícia Civil continua, pois a investigação segue a todo vapor, visando identificar, capturar e trazer à justiça o falso policial militar que orquestrava os golpes, restabelecendo a segurança e a ordem no município de Sinop.