Mundo registra recordes de calor já há doze meses seguidos

0
108

Em maio o mundo completou um ano seguido de recordes de calor.

E este ano especialmente o mês foi o mais quente já registrado, de acordo com o Observatório Europeu do Clima Copernicus.

Com essa série de recordes, a temperatura média mundial dos últimos 12 meses, entre junho de 2023 e maio de 2024, é a mais alta até agora.

Segundo o observatório, 1,63 graus Celsius acima da média pré-industrial, entre 1850 e 1900.

No período, as emissões de gases do efeito estufa causados pelo ainda não apresentavam efeito sobre o aquecimento do planeta.

E o secretário-geral da ONU, António Guterres, chegou a comparar os recordes de calor no mundo ao meteorito que exterminou os dinossauros.

Em maio, a temperatura média mundial tanto na Terra quanto nos oceanos foi 1,52 graus acima da média da segunda metade do século 19 para um quinto mês do ano.

Portanto, foi o décimo primeiro mês seguido com um grau e meio acima das médias da era pré-industrial.