Sistema Famato realiza visita técnica ao Sistema Faemg para fortalecer o setor com troca de experiências

0
70
Faemg

O Sistema Famato, representado pelo presidente Vilmondes Tomain e pelo superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), José Luiz Fidelis, realizou uma visita técnica à Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg) nesta segunda-feira (10/06). O encontro teve como principal objetivo a troca de conhecimentos sobre os produtos ofertados pelo Senar Mato Grosso e Senar Minas Gerais.

A diretoria foi acompanhada pela equipe de Planejamento de Ações do Senar-MT: Caio Souza (Gerente de Planejamento), Ronaldo Damim (Assessor de Controle Interno) e Clely Janny Alves Silva e Franciney da Silva de Jesus (Supervisores de Planejamento, Processos e Inteligência de Mercado).

O grupo foi recepcionado pelo presidente da Faemg, Antônio de Salvo, e pelo superintendente do Senar-MG, Celso Furtado Júnior.

“A troca de experiências entre os Serviços Nacionais de Aprendizagem Rural de Minas Gerais e Mato Grosso é uma estratégia significativa para o fortalecimento do setor produtivo rural. Sempre há algo que um pode contribuir para o outro, e esse tipo de interação deve acontecer com mais frequência”, destacou o presidente Antônio de Salvo.

Celso Furtado Júnior também expressou sua satisfação em compartilhar conhecimentos com o Senar-MT, reconhecendo o engajamento do Senar-MT. “O Senar-MT é um dos mais fortes do Sistema Federado, e nos sentimos felizes em poder contribuir com o que temos”, disse Furtado Júnior.

Na oportunidade, os presidentes das duas federações, Vilmondes Tomain e Antônio de Salvo, conversaram sobre acontecimentos que podem afetar o setor produtivo brasileiro, como, por exemplo, a PEC do “Fim do Mundo”.

“Além da visita técnica com nossa equipe de Planejamento, não poderíamos deixar de, juntamente com o presidente Antônio, discutir principalmente a questão da PEC do Fim do Mundo, que é extremamente prejudicial ao nosso setor. Essa medida traz mudanças significativas na legislação tributária, o que afeta diretamente o setor agropecuário”, ressaltou Vilmondes Tomain.

O superintendente José Luiz Fidelis enfatizou a importância da interação entre as federações. “Sabemos que cada estado tem sua particularidade, contudo, métodos de melhoria nos processos para implementar ações efetivamente necessárias para o atendimento ao nosso público sempre são bem-vindos. Agradeço imensamente ao presidente Antônio de Salvo e ao superintendente Celso pela acolhida, e nos colocamos à disposição em nossa casa em Mato Grosso”, disse José Luiz.

A reunião representou para as federações um passo importante para fortalecer a cooperação entre os sistemas dos diferentes estados, visando sempre o melhor atendimento aos produtores rurais e o desenvolvimento do setor agropecuário brasileiro na difusão de boas práticas, inovação tecnológica, capacitação profissional, sustentabilidade e fortalecimento institucional, entre outros.

A troca de experiências entre os Senar de Minas Gerais e Mato Grosso, portanto, não só fortalece o setor produtivo rural localmente, mas também contribui para o desenvolvimento sustentável e integrado do agronegócio brasileiro como um todo.

Coletiva de Imprensa – O presidente Vilmondes Tomain e o superintendente José Luiz também prestigiaram a coletiva de imprensa realizada pela Fundação João Pinheiro, em parceria com o Sistema Faemg Senar e a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) de Minas Gerais. O destaque da coletiva foi o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio mineiro, que teve um crescimento de 5,9% em 2023, passando dos R$ 215,4 bilhões registrados em 2022 para R$ 228,6 bilhões, resultado recorde que representou um acréscimo de R$ 13,2 bilhões na economia mineira. A coletiva foi realizada na sede da Faemg, que é a “casa do produtor rural”.

Fonte: Famato