Abrapa: perspectiva de safra menor na China impulsiona importação de algodão

0
141

A semana para o mercado do algodão foi marcada mais uma vez pela alta volatilidade, refletindo as incertezas econômicas e climáticas no hemisfério Norte. Segundo a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), a perspectiva de uma safra menor na China ter tornado a importação da fibra ada vez mais viável.

As informações são do Boletim de Inteligência de Mercado Abrapa, divulgado nesta sexta-feira (2).

Confira os destaques trazidos pelo Boletim de Inteligência de Mercado Abrapa:

Algodão em NY 1 – O contrato Jul/23 fechou ontem a 86,42 U$c/lp (+7,9%).

Algodão em NY 2 – Referência para a safra 2022/23, o contrato Dez/23 era cotado a 81,58 U$c/lp (+3,9%) e o Dez/24 a 77,35 (+1,4%) para a safra 2023/24.

Basis Ásia (01/06), o Basis médio do algodão brasileiro posto Leste da Ásia: 877 pts para embarque próximo (Middling 1-1/8″ (31-3-36), fonte Cotlook)

Altistas 1 – O teto da dívida dos EUA superou o primeiro grande obstáculo, ao ser aprovado na Câmara dos Deputados de lá (House) com grande suporte de ambos os partidos. Agora segue para o Senado.

Altistas 2 – Na China, com perspectiva de uma safra bem menor, os preços internos da pluma continuam subindo, tornando a importação de algodão cada vez mais viável.

Altistas 3 – Mesmo após chuvas recentes, o Monitoramento de Seca dos EUA atualizado mostrou muito pouca melhoria para o Sudoeste dos EUA (onde fica o Texas).

Baixistas 1 – Entretanto, alguns analistas veem que as perspectivas para a safra dos EUA estão melhorando por conta das chuvas recentes no Oeste do Texas. Temos que continuar acompanhando o clima por lá.

Baixistas 2 – A previsão de uma semana prevê fortes chuvas em algumas regiões do Texas. As perspectivas de 1 a 2 semanas apresentam chances acima do normal para precipitação.

Baixistas 3 – A demanda global permanece afetada pela economia global (juros e inflação altos, crescimento baixo), com varejistas cautelosos nos pedidos mais a longo prazo.

EUA 1 – O USDA divulgará somente hoje as vendas de exportação desta semana. Normalmente os dados são divulgados às quintas, mas esta semana será atrasado por causa do feriado de segunda feira por lá.

EUA 2 – O plantio de algodão nos EUA avançou 15 pp em relação à semana passada para 60%, ainda atrás do ano passado (66%) e da média dos últimos cinco anos (62%).

Plantio – O plantio segue em andamento na Índia e Paquistão. As chuvas de monções são aguardadas este ano com atraso de alguns dias. No Paquistão, a expectativa é de uma boa safra para reverter as perdas do ano passado.

China 1 – Com o plantio finalizado, a Associação de Algodão da China (CCA) divulgou esta semana que em Xinjiang a produção pode cair para 5,3 milhões de toneladas, devido a reduções na área plantada e na produtividade. A previsão inicial era de quase 5,6 milhões tons.

China 2 – A taxa de operação das fiações continua alta, impulsionada principalmente pelo mercado interno.

China 3 – Demanda por algodão importado continua muito ativa na China. Após quase um ano, o spread de preço algodão doméstico x importado está favorecendo a importação, com o aumento de preço do algodão local.

China 4 – A China tem sido o mercado mais ativo nos últimos dias, com participação de estatais, fiações e tradings privadas nos negócios internacionais de algodão.

Agenda – Na próxima semana (sexta, 9/Junho) será divulgado o relatório de junho de oferta e demanda do USDA.

Brasil – Exportações 1 – O Brasil exportou 60,3 mil tons de algodão em mai/23. O volume foi 26,1% menor que o total embarcado em mai/22.

Brasil – Exportações 2 – No acumulado de ago/22 a mai/23, as exportações somaram 1,316 milhão de toneladas, queda de 17,7% com relação ao mesmo período da temporada passada.

Brasil – Colheita 2022/23 – Até o dia 02/06 foram colhidos: BA (1,2%), GO (9%), MG (11%), MS (0,12%), PR (60%), SP (21%). Os estados de MT, MA e PI estão com início de colheita prevista para segunda quinzena de Junho. Total Brasil: 1,09 % colhido.

Preços do Algodão – Consulte tabela abaixo:

boletim abrapa 2 de junho de 2023

Foto: Abrapa

 

Colheita do algodão: conheça as principais tendências - Syngenta Digital