Cuiabá – Motoristas e entregadores de aplicativo fazem paralisação

0
100
Delivery woman - motogirl

Motoristas e entregadores de aplicativo protestaram pelas ruas de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital, na manhã desta sexta-feira (9), em reinvindicação por melhores condições de trabalho. O ato teve início próximo à UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso).

Conforme os entregadores, a manifestação é pacífica e irá percorrer as principais avenidas da capital. Além disso, eles não irão ligar o aplicativo e retirar pedidos em nenhum estabelecimento.

Os motoboys reivindicam:

  • Valor de taxa mínima de R$ 8;
  • Fim das entregas casadas;
  • Aumento das taxas de espera;
  • Ponto de apoio para entregadores;
  • Aumento do valor das promoções;
  • Aumento do valor das taxas nos domingos, feriados e madrugada;
  • Mais eficiente no atendimento do suporte referente ao tempo de espera e assuntos diversos.

Último protesto

No último protesto realizado no mês de maio, os entregadores de aplicativo bloquearam a Avenida Fernando Corrêa, em Cuiabá, cobrando justiça pela morte do motoboy, Kelvin Tavares da Cruz, de 29 anos, após ele morrer atropelado por um carro desgovernado na Avenida do Espigão, no Bairro Tijucal.

Os manifestantes bloquearam duas faixas da pista com pneus em chamas. Após o protesto na avenida, os entregadores seguiram até a Capela Dom Bosco, próximo ao antigo Pronto Socorro da capital, onde aconteceu o velório de Kelvin.

Por Primeira Página