Inter esta fora da Copa do Brasil, ganha no campo e perde nos penaltis para America MG

0
153
  • Resumão

    Internacional 3 (4) X (5) 1 América-MG | Melhores Momentos | Oitavas de Final da Copa do B

    Internacional 3 (4) X (5) 1 América-MG | Melhores Momentos | Oitavas de Final da Copa do B

    O América-MG está nas quartas de final da Copa do Brasil. Depois de sofrer 3 a 0 no primeiro tempo, o Coelho conseguiu descontar na metade da etapa final com Juninho e buscou a classificação com vitória por 5 a 4 nos pênaltis. Iago Maidana converteu a cobrança final, enquanto De Pena escorregou na hora da cobrança e deu dois toques na bola, o que gerou erro que culminou na eliminação colorada.

    Os gols colorados saíram no primeiro tempo em três jogadas de bola parada com Nico Hernández, Igor Gomes e Pedro Henrique, de pênalti. No segundo tempo, Juninho aproveitou cruzamento de Marcinho.

     

  • VAR nos pênaltis

    A classificação do América-MG teve uma situação incomum na disputa dos pênaltis. O árbitro de vídeo teve duas intervenções para corrigir problemas nas cobranças. Primeiro, mandou voltar defesa de Pasinato em chute de Alemão. A mais decisiva, no entanto, foi detectar os dois toques de De Pena ao converter. O uruguaio escorregou e tocou com o pé de apoio na bola. Isso anulou o gol e significou erro que culminou na classificação do Coelho após gol de Iago Maidana.

  • Primeiro tempo

    Por mais curioso que possa parecer, o Inter não conseguiu criar tantas chances na pressão inicial. Só que foi muito efetivo para construir o placar que precisava. “Empatou” o confronto em duas cobranças de falta lateral do uruguaio De Pena. Aos 19 minutos, o cruzamento encontrou o zagueiro Nico Hernández para abrir o placar. Doze minutos depois, a bola do camisa 14 encontrou Igor Gomes para o 2 a 0. O terceiro gol saiu em cobrança de pênalti. Lucca foi derrubado, mas o árbitro Luiz Flávio Oliveira mandou o jogo seguir. No árbitro de vídeo, revisou o lance e marcou a penalidade convertida por Pedro Henrique. O Inter viveu 45 minutos quase perfeitos.

    • Segundo tempo

      Vagner Mancini fez três mexidas, entre elas as entrada dos atacantes Mikael e Mastroiani, e levou o time para frente. O Inter apostou em contra-atacar e teve nos pés de Renê a chance de matar o jogo. Com o gol praticamente aberto, o lateral bateu por cima quase da pequena área. Com postura diferente, o Coelho dominou as ações e ocupou o campo de ataque. Incomodou o goleiro John em pelo menos mais dois lances até Juninho se antecipar a Nico Hernández e descontar. O gol que levaria o duelo para os pênaltis. Mano sacou nomes como Pedro Henrique, Lucca e Wanderson na etapa final, o que tirou força ofensiva do time. Aliás, é corriqueira a queda de rendimento colorada no segundo tempo.

    • Próximos jogos

      O Inter encara o Santos no próximo sábado, na Vila Belmiro, às 21h. Também no sábado, o América-MG recebe o Corinthians, às 18h30, no Independência, pela 9ª rodada do Brasileirão. Os duelos das quartas da Copa do Brasil serão sorteados e ocorrem apenas em julho.