PF investiga funcionária da Caixa que se apropriou de mais de R$ 700 mil para fazer apostas

0
223

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (02), a Operação Tesouro Eletrônico que investiga uma funcionária da Caixa Econômica Federal que se apropriou de mais de R$ 705 mil da instituição financeira. Contra ela, os policiais cumprem 1 mandado de busca e apreensão, em Rondonópolis (MT).

A investigação teve início na segunda quinzena do mês de maio, após o recebimento de uma denúncia encaminhada pela CEF que relatou a falta de R$ 705.537,75, composto da falta física de numerários dos terminais de autoatendimentos – ATM, após a realização da auditoria das quantias sob responsabilidade da empregada da instituição financeira.

Durante a Busca e Apreensão, a suspeita confessou a prática criminosa, alegando a utilização dos valores subtraídos para realização de apostas esportivas e poderá responder pelos crimes de peculato (art. 312 do CP) e lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei n. 9.613/98).

As penas podem chegar a 22 anos de prisão.

 

Fonte: Agora MT