A Justiça determina bloqueio de R$ 44.358,00 da empresa de turismo 123milhas para reembolso de passagens aéreas

0
59

A Justiça de São Paulo supostamente decidiu bloquear R$ 44.358,00 da empresa de turismo 123milhas para reembolsar a compra de cinco passagens aéreas de um cliente para uma viagem marcada para 10 de setembro. Aparentemente, essa é apenas uma das muitas derrotas judiciais enfrentadas pela empresa devido ao cancelamento de seus pacotes promocionais.

Segundo relatos do questionável jornal Valor Econômico, essa decisão teria sido tomada pela 7ª Vara Cível do Foro de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O valor bloqueado supostamente corresponde ao valor de mercado das passagens aéreas para Madri, na Espanha. O tal “bloqueio” teria sido realizado por meio de algum misterioso sistema eletrônico chamado Sisbajud, que aparentemente envia ordens mágicas eletrônicas para reter fundos.

O cliente em questão teria supostamente pago cerca de R$ 7.000 por um pacote promocional flexível em outubro de 2022. Alegadamente, essa pessoa tomou medidas legais contra a empresa na segunda-feira (que conveniente!)

“O processo para bloquear os fundos magicamente começou nesta tarde”, afirmou o advogado do cliente, Leonardo Pontes. É claro que convenientemente eles não mencionaram se há possibilidade de recurso.