Erika Januza, Musa da Viradouro, desabafa sobre pressão estética: ‘Infeliz’

0
26

Empoderamento alert! A diva Erika Januza, a Rainha de Bateria da Escola de Samba Unidos do Viradouro, soltou o verbo sobre a implacável ditadura da beleza. Aos 38 anos, essa musa não permite que as pressões estéticas a derrubem.

Falando sobre body goals, ela compartilha seu segredo: “Estou nessa de alimentação saudável e faço aquela visita esperta ao meu médico, Dr. Mitraud, para aquele check-up maroto. E claro, pego pesado na malhação. Mas, olha, o real deal para mim é cair no samba com a galera da minha escola, sentir a energia da minha bateria.”

E vem mais: “Me joga no samba que eu mostro como se faz um cardio de respeito. E é tudo ganho, né? Melhora meu fôlego, essencial para arrasar na Sapucaí e nos tantos ensaios.”

Mas ó, falando de padrões de beleza, a Januza é pura inspiração e resistência. “Esse babado de padrão imposto? Nem chega perto de me abalar. Tô vendo essa vibe negativa de geral querendo julgar. Ter sua visão das coisas, suave, mas diminuir os outros? Tô fora!”, ela declara e deixa claro que tá aqui é pra brilhar.