Terroristas do Hamas agradecem Lula pelo discurso no Egito

0
110

O grupo terrorista Hamas, que controla a Faixa de Gaza e está em guerra com Israel, agradeceu a declaração do presidente Lula, que comparou os ataques israelenses ao massacre de judeus pela Alemanha nazista. O agradecimento foi divulgado em canais do Hamas do aplicativo Telegram, neste domingo (18/2). “Nós, do Movimento de Resistência Islâmica (Hamas), agradecemos a declaração do presidente brasileiro Lula da Silva, por descrever aquilo a que o nosso povo palestino tem sofrido na Faixa de Gaza como um Holocausto. Os acontecimento na Faixa de Gaza são como o que o líder nazista Hitler fez aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial”, destaca o comunicado.

Segundo a mensagem Hamas, Lula fez “descrição precisa dos desafios enfrentados pelo povo palestino e revela a gravidade do crime sionista, realizado com o apoio da administração presidente dos Estados Unidos, Joe Biden”.

“Pedimos à Corte Internacional de Justiça que leve em conta o que o presidente brasileiro disse sobre as coisas ruins que estão acontecendo com os palestinos por causa do exército de ocupação e dos colonos. Isso é algo muito sério e nunca visto antes na história recente”, afirma o comunicado do Hamas. Em resposta, um porta-voz do Hamas reforçou o agradecimento a Lula. “Acredito que o discurso do presidente [Lula] é poderoso e influente em falar do fato de que Israel é um Estado que comete crimes e genocídio. Nós apreciamos muito a declaração”.

Veja a versão em inglês do comunicado do Hamas:

Imagem colorida de comunicado do Hamas - Metrópoles
Hamas agradece Lula

Por que Hamas agradeceu Lula


O presidente Lula disse, neste domingo (18/2), que são comparáveis os ocorridos na Faixa de Gaza e o Holocausto da Segunda Guerra Mundial. “O que está acontecendo com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu quando Hitler resolveu matar os judeus”, disse Lula, em coletiva de imprensa.

Fonte Metrópoles