Déficit do governo chega a R$ 26,3 bilhões em agosto

0
92

Esse é o quarto maior resultado negativo para o mês em termos reais em toda a série histórica, iniciada em 1997

As contas do governo central, que reúnem o Tesouro Nacional, a Previdência Social e o Banco Central (BC), registram um déficit primário de R$ 26,35 bilhões em agosto. Esse é o quarto maior resultado negativo para o mês, em termos reais, registrado em toda a série histórica do indicador, iniciada em 1997. O déficit primário é a diferença negativa entre receitas e gastos, sem considerar o pagamento de juros da dívida pública.

No acumulado de 12 meses até agosto, o governo central teve déficit de R$ 70,9 bilhões, o equivalente a 0,69% do Produto Interno Bruto (PIB). Nos oito primeiros meses do ano, o resultado primário alcançou déficit de R$ 104,590 bilhões. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (28/9), pelo Tesouro Nacional.

Em agosto, o Tesouro e o BC registraram déficit de de R$ 6,6 bilhões, enquanto a Previdência Social apresentou resultado negativo de R$ 19,7 bilhões. Em comparação ao mesmo período do ano passado, o resultado primário foi resultado de uma queda de 7,1% da receita líquida de um lado e de outro, aumento de 18,5% na despesa total.