Pesquisas desenvolvidas pela Fundação Rio Verde são apresentadas em evento nacional da Soja

0
58

No fim do mês de agosto, aconteceu em Londrina (PR) a 38ª edição da Reunião de Pesquisa de Soja (RPS), que é fórum de pesquisa do complexo agropecuário da soja e tem por objetivo debater as dificuldades ocorridas na safra de soja e promover o intercâmbio de experiências e informações entre os envolvidos com a cadeia desse grão.

Na oportunidade, foram apresentados os resultados dos trabalhos conduzidos em parceria a Embrapa com outras instituições de pesquisa sobre os temas manejo químico da podridão de grãos em soja e os resultados da rede de cultivares, desde a safra 2018/2019 essa é uma das principais causas de perdas na produtividade das lavouras de soja em Mato Grosso. Outros projetos de participação da Fundação Rio Verde foram nas redes de fungicidas com foco em mancha alvo, doenças de final de ciclo e mancha alvo.

“São muitos temas debatidos nos dois dias da reunião, em diversas áreas da cultura da soja, e todos os pesquisadores levam em consideram a realidade do produtor e em como solucionar esses problemas. Todos os assuntos são de interesse do produtor e mostram os resultados gerados para atender a demanda dos problemas enfrentados. Nossa participação nos trabalhos apresentados no painel de podridão de grãos em soja e também no de resultados da rede de fungicidas, onde são apresentados os trabalhos de mancha-alvo, doenças de ciclo e ferrugem asiática” explica a pesquisadora.

Quanto ao produtor aceitar novidades e tecnologias que contribuem para a produtividade, a pesquisadora ressalta que a maioria dos produtores está preocupado em obter estudos com embasamento.

“Ter um embasamento técnico e cientifico é muito importante pois contribui para a tomada de decisão do produtor, é a junção da pesquisa com a prática para enfrentar os desafios da safra e esse é nosso papel como instituição de pesquisa” afirma Luana.

Sobre a participação da Fundação de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico Rio Verde na reunião nas pesquisas, Luana garante que fortalece ainda mais informação para a região e também para todo o país.

“A Fundação fazendo parte dessas redes, gerando informações em conjunto com a Embrapa e outras instituições, garante o fortalecimento da informação que foi pesquisada e gerada aqui na região e que podem atender outros Estados. É casar a informação entre instituições e Estados e contribuir para a produção de todo o Brasil” destaca a pesquisadora.

A FUNDAÇÃO

A Fundação de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico Rio Verde tem como objetivo apoiar o desenvolvimento sustentável, ambiental e soluções tecnológicas para o agronegócio.

Entidade sem fins lucrativos, com participação aberta a todos os segmentos do agronegócio, meio ambiente e desenvolvimento humano.

A Fundação Rio Verde está localizada na Rodovia da Mudança – MT449,  Km 08 em Lucas do Rio Verde – MT.

Fonte: Verbo Press | Assessoria Fundação Rio Verde